NOVIDADE | Petronius leva cerveja inspirada em receita de família para o Mississippi Delta Blues Festival

Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, vira, a partir de quinta-feira, a capital do blues. Até sábado, o maior evento de blues da América Latina, o  Missisipi Delta Blues Festival, vai movimentar o Largo da Estação Férrea. Para manter os artistas hidratados, vai ser preciso muita cerveja. A Petronius Beverages, de Caxias do Sul, leva… Ver artigo

27 de novembro de 2017 Continuar lendo

Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, vira, a partir de quinta-feira, a capital do blues. Até sábado, o maior evento de blues da América Latina, o  Missisipi Delta Blues Festival, vai movimentar o Largo da Estação Férrea. Para manter os artistas hidratados, vai ser preciso muita cerveja. A Petronius Beverages, de Caxias do Sul, leva pra o evento as tradicionais Schatz Helles e aSchatz Ipa e o mais novo lançamento da cerveja, a Schatz Alquimia, com zimbro na receita. Entre atrações estão: JP Soars and The Red Hots, Cedric Burnside Project, James “Boogaloo” Bolden, Bex Marshall, Tail Dragger, Annika Chambers, Alamo Leal, Michael Hardie, Fernando Noronha & Black Soul.

DSC_8356

SCHATZ ALQUIMIPA

Os segredos da alquimia transmitidos por 6 gerações estão agora na nova cerveja da Petronius Beverages, de Caxias do Sul. A inspiração para produzir a Schatz AlquimIPA veio de antigas receitas alemãs. “Harmonizamos os aromas naturais do lúpulo e do zimbro, tradicional ingrediente de grandes receitas de família”, explica o engenheiro químico e diretor da Petronius, Emílio Kunz Neto. O lançamento acontece no Festival da Cerveja Gaúcha, de Santa Cruz do Sul, entre os dias 08 e 09 de setembro.

A receita da nova cerveja teve como inspiração o Steinheager, tradicionalmente bebido com cerveja, e desenvolvido na Alemanha no século 15. A base desta bebida é o zimbro e que agora está na Schatz AlquimIPA. “Inovar é enxergar o óbvio. As frutas de zimbro fermentadas produzem uma bebida apreciada há séculos. A ideia de fermentar zimbro com mosto cervejeiro parece tão interessante quanto os aromas de fato revelados naAlquimIPA”, conta Emílio.

Schatz AlquimIPA tem corpo leve e traz um grande equilíbrio entre o amargor e a graduação alcoólica. A cerveja possui alta fermentação, seguindo a escola americana, e busca a prevalência de aromas cítricos e resinosos. Estará à venda em lojas especializadas.

Da natureza para a taça: cervejas são produzidas com água da chuva:

Respeitando o meio ambiente, a Petronius Beverages é totalmente sustentável. “A água utilizada na elaboração de nossas cervejas e destilados é proveniente da chuva”, observa Kunz. Já o calor produzido pelos equipamentos é procedente de lenha de reflorestamento. E todos os efluentes passam por tratamento para que sejam utilizados na irrigação do parreiral (a ser utilizado na produção de um brandy) mantido pela Petronius. Os resíduos sólidos são utilizados como ração animal por outros produtores da região.

Ficha técnica Schatz AlquimIPA

Cervejeiro responsável: Emílio Kunz Neto
Estilo: Spice, Herb or Vegetable Beer (zimbro) – base American IPA
Fermentação: Am IPA (cerveja de alta fermentação)
Escola: Americana
Amargor: 60 IBU
Teor alcoólico: 7%
Disponível em barril

A Petronius Beverages:

O projeto familiar resgata a história de seis gerações de produtores de bebidas no Brasil. A Petronius Beverages, dos sócios Emílio Kunz, Júlio Cesar Kunz e Augusto Kunz, foi fundada há 3 anos, mas a paixão pela arte de produzir bebidas da família começou muito antes, em 1846, ainda na Alemanha, quando Johann Philipp Kunz deixou o pequeno vilarejo de Bierkenfeld, na Prússia, e veio ao Brasil. Os primeiros antepassados foram responsáveis pelas primeiras receitas de destilados que levaram o nome da família.

Para receber a sede da Petronius Beverages, a família escolheu uma propriedade de rara beleza, no interior de Caxias do Sul, em São Valentim da 2ª Légua. Uma região cercada pela natureza, onde mantém história e contemporaneidade em perfeita harmonia. Na propriedade, está também a casa mais antiga da cidade, construída pelos primeiros imigrantes italianos em 1876.

Hoje, a Petronius já está presente no Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás com as cervejas Schatz e a cachaça de alambique Serigote.

Este artigo foi escrito por Lilian Lima

Jornalista